A Feira

FairtecO SINDUSCON - Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região - realizará a quarta edição da FAIRTEC - Feira Tecnológica da Construção Civil, evento que cria oportunidades de gerar, expandir e realizar grandes negócios.
A FAIRTEC 2017, por meio de seus ​expositores e ​palestrantes, ​apresentará
novas tecnologias construtivas e​ de​ sustentabilidade​ para os desafios ambientais, sociais e econômicos​ de hoje e do futuro​.
Com o objetivo de reunir toda a cadeia produtiva do segmento da Construção Civil, a FAIRTEC 2017 ​promoverá, paralelamente,
o 4º Salão do Imóvel e a 4ª Mostra de Móveis e Decorações, ​nos quais
fabricantes, construtoras e imobiliárias apresentarão ao​s visitante​s as novidades, lançamentos e tendências.

AOS EXPOSITORES:
* Após assinatura do contrato, sua marca será divulgada no site e redes sociais.
* ​Ao final do evento será disponibilizado o mailing dos visitantes.
* Terão a oportunidade de participar da Rodada de Negócios.
* Ser​ão disponibilizado​s​ convites para a abertura do evento.

​​

Vídeos Mais Vídeos


Últimas Notícias

Coquetel de Lançamento FAIRTEC 2017

Aconteceu na noite de hoje, o Coquetel de Lançamento da 4º edição da FAIRTEC.

O SINDUSCON (Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região) já está preparando a quarta edição da Feira Tecnológica da Construção Civil, a FAIRTEC 2017, que ocorre entre os dias 13 e 17 de setembro do próximo ano, no Centro de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof (Pavilhão da Fenarreco), em Brusque. Com o objetivo de apresentar as novidades desta edição, a organização reuniu empresários, imprensa e convidados na noite de hoje, 25/10 às 19h, na AABB (Associação Atlética Banco do Brasil), para o Coquetel de Lançamento da Feira.

Idealizada em 2011, a FAIRTEC é um evento que cria oportunidades de gerar, expandir e realizar grandes negócios. A Feira foi criada com o objetivo de se tornar a principal feira de negócios do setor da construção civil na região. O evento ocorre a cada dois anos e na terceira edição, em 2015, foram gerados mais de R$ 10 milhões em negócios, sendo que 38 mil pessoas passaram pelo local.

A edição passada contou com 89 expositores das áreas de tecnologias para a construção civil, imóveis, móveis e decorações. O sucesso de mais uma edição consolidou a Feira como um dos principais eventos técnicos de Santa Catarina, tanto que a maioria dos expositores de 2015 já confirmou presença na próxima edição.

Por meio de seus expositores e palestrantes, a FAIRTEC 2017 abordará temas relacionados às novas tecnologias construtivas e sustentabilidade, perante os desafios ambientais, sociais e econômicos. Para esta edição, a expectativa é de superar os resultados de público e negócios em relação ao último evento.

Com o objetivo de reunir toda a cadeia produtiva do segmento da Construção Civil, paralelamente ocorrerá o 4º Salão do Imóvel e a 4ª Mostra de Móveis e Decorações, onde fabricantes, construtoras e imobiliárias apresentarão ao público visitante as novidades, lançamentos e tendências. Durante a programação da FAIRTEC, serão realizadas palestras técnicas sobre temas relacionados à construção civil, além de uma Sessão de Negócios e de uma Rodada de Negócios. O objetivo é reunir, em um mesmo espaço, empresas da construção civil da região, além de fornecedores de todo o Estado, para que possam apresentar seus produtos e serviços, gerando oportunidades de negócios a todos.

O presidente do SINDUSCON de Brusque, Fernando José de Oliveira, afirma que a FAIRTEC é uma ótima vitrine para os expositores, que têm uma excelente oportunidade de mostrar seus produtos para as milhares de pessoas de diversas regiões de Santa Catarina que visitam o evento.

Oliveira explica que a Feira tem um público específico, o que facilita bastante para os expositores, já que a divulgação atinge diretamente seu público-alvo e muitas pessoas ao mesmo tempo. “A Feira fica ainda melhor a cada edição. A variedade de produtos e serviços apresentados é uma das características mais importantes. Cada vez mais novas empresas demonstram desejo em participar, trazendo novas tecnologias para incrementar ainda mais o evento. Na edição passada, quem visitou a FAIRTEC, gostou do que viu”, destaca.


Segundo o presidente da comissão organizadora, Ademir José Pereira, o público pode esperar muitas novidades no setor da construção civil. “Além dos expositores de Brusque, teremos novidades de outras cidades. Queremos fazer a melhor das feiras já realizadas até agora. A expectativa é de ultrapassarmos os 100 expositores”, conclui.
Leia +25/10/2016

Depoimento do presidente da FIESC, Glauco José Côrte, sobre a FAIRTEC 2015

A FAIRTEC 2015 foi um sucesso absoluto. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, visitou a Feira e conta que ficou admirado com o evento. "A Feira me surpreendeu pela organização, ótimo movimento e estandes lindos. Me impressionou a motivação dos expositores, todos dizendo que o evento superou suas expectativas. Vocês aqui deram um exemplo de como podemos superar este momento crítico da economia. Mostraram que é preciso acreditar ser possível, ter espírito positivo e seguir em frente. Não podemos ignorar que há uma crise, porém, não podemos nos abater. É preciso agir, resistir, buscar soluções e alternativas para atravessar estes tempos difíceis. O Sinduscon e a organização da FAIRTEC estão de parabéns por terem tido essa iniciativa".
Leia +15/09/2015

Construção civil é o caminho mais rápido para a recuperação econômica desejada no Brasil

“Qualquer governo com o mínimo de visão de futuro apostaria na construção civil como forma de estimular a economia do País, pois o setor está preparado para estimular toda uma cadeia produtiva e gerar empregos, negócios e riquezas imediatamente”. A afirmação é do empresário João Formento, presidente da Câmara de Desenvolvimento da Indústria da Construção Civil (CDIC), órgão da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), durante palestra no último sábado, na 3ª Feira Tecnológica da Construção Civil – FAIRTEC 2015, realizada em Brusque.

A CDIC representa os 23 Sindicatos da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) do Estado. Convidado para falar aos empresários e profissionais da área sobre “A Construção e a Realidade de Hoje”, Formento fez uma análise do potencial de mercado para o setor. “A cada ano ocorrem 1,1 milhão de casamentos e 370 mil divórcios. Quem casa quer casa, quem se separa também. Então, temos aí uma demanda de 1,47 milhão de unidades habitacionais, fora o déficit habitacional do País, que é de sete milhões de unidades”, ponderou.

Para o dirigente da CDIC, considerando-se que a indústria lança em média 600 mil unidades por ano, o setor tem uma grande oportunidade de negócios. Em Santa Catarina, o déficit é de 160 mil moradias. “Se o governo tivesse foco em erguer rapidamente a economia, aplicava na construção civil e em sua força produtiva. Estamos trabalhando para fortalecer o programa Minha Casa, Minha Vida, mas também defendemos outras medidas que garantam o acesso do setor ao crédito, para que as indústrias possam produzir, vender e girar a economia”, afirma.

O cenário, porém, é desfavorável, com as vendas em queda e o capital de giro em baixa. Isso é reflexo da dificuldade de acesso das famílias ao crédito imobiliário, mas também retrata o comportamento cauteloso do consumidor, que mesmo não estando diretamente afetado pela crise, tem preferido adiar novos investimentos, especialmente se esta decisão estiver associada a financiamentos de longo prazo, como é o caso da aquisição de um imóvel.

As consequências são diretas na geração de empregos e a indústria já manifesta preocupação com o risco de dispersão de uma mão de obra treinada e qualificada à custa de altos investimentos nos últimos 10 anos. De acordo com João Formento, o setor deverá perder, somente neste ano, mais de 500 mil profissionais, devido à falta de oportunidades na construção civil. O saldo nacional da empregabilidade está negativo em 4,9%. Santa Catarina consegue manter a estabilidade, por enquanto, com um índice positivo de 1%. O setor da construção civil responde por 5,9% do Produto Interno Bruto e emprega 8% das pessoas ativas do País.
Leia +13/09/2015

FAIRTEC 2015 se encerra com a geração de R$ 10 milhões em negócios e a visitação de 40 mil pessoas

Mais de 40 mil visitantes, R$ 10 milhões em negócios concretizados e 17 imóveis vendidos em cinco dias. Os expositores da 3ª Feira Tecnológica da Construção Civil – FAIRTEC 2015 estão comemorando os excelentes resultados do evento, que se encerra neste domingo, 13, no Centro de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof (Pavilhão da Fenarreco), em Brusque. De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região (Sinduscon), Ademir José Pereira, as expectativas foram superadas e o sucesso de mais uma edição consolida a Feira entre os principais eventos técnicos de Santa Catarina.

“A FAIRTEC 2015 foi um sucesso de visitação, de participação dos expositores, de negócios efetivados e, principalmente, de prospecção de clientes para inúmeros negócios que serão concretizados nos próximos meses. Tivemos cinco dias de estandes lotados, com visitantes de Brusque, de municípios vizinhos e também de outras regiões do Estado, todos muito interessados em conhecer as tecnologias e inovações aqui apresentadas. O êxito da Feira é um exemplo de que, com criatividade, inovação e vontade, podemos superar os desafios e converter a crise em oportunidade”, afirma Pereira.

Com um histórico de superação a cada nova edição, a Comissão Organizadora terá o desafio de planejar uma Feira ainda maior e melhor para 2017. “Já estamos iniciando o planejamento da 4ª FAIRTEC, sendo que 50% dos expositores deste ano já manifestaram sua intenção de participar novamente em 2017”, disse o presidente do Sinduscon.

EXPOSITORES

Um dos expositores satisfeitos que pretende voltar daqui a dois anos é Sedenir Bonacena, da Setrat Piscinas. Ele conta que a presença na Feira de 2013 resultou em vários negócios, o que se repetiu este ano. “Fizemos contatos muitos promissores para projetos que serão encaminhados a partir de agora, estamos muito satisfeitos e com certeza voltaremos em 2017”.

Entre as imobiliárias, foram assinados 17 contratos de compra e venda de apartamentos durante a FAIRTEC 2015, o que representa cerca de R$ 6 milhões em movimentação financeira somente neste segmento da feira. Um dos destaques foi a Júlio Imóveis, que vendeu sete imóveis na planta e garantiu uma carteira de prospecção com o dobro de contatos em relação à edição anterior. A KRCon também lançou novos empreendimentos, convertendo três vendas e três compromissos para assinatura posterior. A Sabrecá Casas Pré-Moldadas, que trouxe um sistema construtivo inovador de Wood Frame, também fez uma venda na Feira, com muitas prospecções para negócios futuros. “Foi importante para fortalecer a marca e demonstrar a novidade que trouxemos”, disse o diretor, Vitor Pereira.

Entre os fornecedores de materiais, acabamento e tecnologias para construção a FAIRTEC também fez sucesso. Nova no mercado, a Diferença Alumínios e Vidros Especiais participou do evento para se tornar conhecida do público. Segundo o diretor, Edésio Brand, deu certo. No segundo dia os objetivos já haviam sido alcançados e foi preciso trazer reforço de equipe para dar conta dos atendimentos. “Os contatos foram excelentes, com vários agendamentos de visitas e negócios engatilhados”, informou.

O designer Edenilson Bertoldi, da Gouveia e Bertoldi Design de Interiores, revelou que foram agendadas durante a Feira, cinco visitas para estudo de projetos, além de excelentes contatos com construtoras e clientes de Brusque e de outras regiões. “Na feira anterior havíamos concretizado sete negócios e acreditamos que nesta o resultado será igualmente positivo”.

A Walpa Instalações Elétricas, que foi patrocinadora e expositora da FAIRTEC 2015, aproveitou a participação para estreitar o relacionamento com clientes, fornecedores e parceiros, além de apresentar inovações, como o Insole, sistema de geração de energia com placas solares. “Estamos na Feira desde a primeira edição, pois acreditamos no evento e sempre tivemos excelentes resultados. Notamos que a FAIRTEC amplia o número de visitantes a cada edição, o que é excelente como vitrine para os nossos negócios”, disse o diretor comercial, Victor Hugo de Oliveira.

O evento reuniu 89 expositores das áreas de tecnologias para a construção civil, imóveis, móveis e decorações, e contou com o apoio do CREA-SC, SEBRAE/SC, Prefeitura Municipal de Brusque, Prefeitura Municipal de Guabiruba, Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e Unifebe. Patrocinaram a FAIRTEC 2015, a Caixa Econômica Federal, a Walpa Instaladora Elétrica e a FIESC.
Leia +13/09/2015

Depoimentos

Login
Desenvolvido por FLEX10.COM