A Feira

logo_mini_1Inovação e sustentabilidade este é o tema da FAIRTEC 2015 – Feira de Tecnologia da Construção Civil. O evento chega a sua terceira edição, apresentando o que há de mais moderno no setor, unindo as últimas novidades em soluções para grandes obras com a preservação do meio ambiente.

Nesta edição, a expectativa é reunir nos 3 mil metros quadrados do pavilhão principal do Centro de Eventos cerca de 150 expositores, que vão mostrar aos visitantes os maiores lançamentos em tecnologia e serviços, indústria e equipamentos em geral, além de uma mostra de paisagismo e tendências em móveis para decoração. Com tantas atrações, espera-se superar o público da primeira edição e ultrapassar os 31 mil visitantes, consolidando a FAIRTEC como uma das maiores feiras de tecnologia da construção civil de Santa Catarina. 

A FAIRTEC – Feira de Tecnologia da Construção Civil, acontece de 09 de Setembro a 13 de setembro de 2015, no Centro de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof, em Brusque.

Vídeos Mais Vídeos


Últimas Notícias

Depoimento do presidente da FIESC, Glauco Vieira Côrte, sobre a FAIRTEC 2015

A FAIRTEC 2015 foi um sucesso absoluto. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Glauco Vieira Côrte, visitou a Feira e conta que ficou admirado com o evento. "A Feira me surpreendeu pela organização, ótimo movimento e estandes lindos. Me impressionou a motivação dos expositores, todos dizendo que o evento superou suas expectativas. Vocês aqui deram um exemplo de como podemos superar este momento crítico da economia. Mostraram que é preciso acreditar ser possível, ter espírito positivo e seguir em frente. Não podemos ignorar que há uma crise, porém, não podemos nos abater. É preciso agir, resistir, buscar soluções e alternativas para atravessar estes tempos difíceis. O Sinduscon e a organização da FAIRTEC estão de parabéns por terem tido essa iniciativa".
Leia +15/09/2015

Construção civil é o caminho mais rápido para a recuperação econômica desejada no Brasil

“Qualquer governo com o mínimo de visão de futuro apostaria na construção civil como forma de estimular a economia do País, pois o setor está preparado para estimular toda uma cadeia produtiva e gerar empregos, negócios e riquezas imediatamente”. A afirmação é do empresário João Formento, presidente da Câmara de Desenvolvimento da Indústria da Construção Civil (CDIC), órgão da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), durante palestra no último sábado, na 3ª Feira Tecnológica da Construção Civil – FAIRTEC 2015, realizada em Brusque.

A CDIC representa os 23 Sindicatos da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) do Estado. Convidado para falar aos empresários e profissionais da área sobre “A Construção e a Realidade de Hoje”, Formento fez uma análise do potencial de mercado para o setor. “A cada ano ocorrem 1,1 milhão de casamentos e 370 mil divórcios. Quem casa quer casa, quem se separa também. Então, temos aí uma demanda de 1,47 milhão de unidades habitacionais, fora o déficit habitacional do País, que é de sete milhões de unidades”, ponderou.

Para o dirigente da CDIC, considerando-se que a indústria lança em média 600 mil unidades por ano, o setor tem uma grande oportunidade de negócios. Em Santa Catarina, o déficit é de 160 mil moradias. “Se o governo tivesse foco em erguer rapidamente a economia, aplicava na construção civil e em sua força produtiva. Estamos trabalhando para fortalecer o programa Minha Casa, Minha Vida, mas também defendemos outras medidas que garantam o acesso do setor ao crédito, para que as indústrias possam produzir, vender e girar a economia”, afirma.

O cenário, porém, é desfavorável, com as vendas em queda e o capital de giro em baixa. Isso é reflexo da dificuldade de acesso das famílias ao crédito imobiliário, mas também retrata o comportamento cauteloso do consumidor, que mesmo não estando diretamente afetado pela crise, tem preferido adiar novos investimentos, especialmente se esta decisão estiver associada a financiamentos de longo prazo, como é o caso da aquisição de um imóvel.

As consequências são diretas na geração de empregos e a indústria já manifesta preocupação com o risco de dispersão de uma mão de obra treinada e qualificada à custa de altos investimentos nos últimos 10 anos. De acordo com João Formento, o setor deverá perder, somente neste ano, mais de 500 mil profissionais, devido à falta de oportunidades na construção civil. O saldo nacional da empregabilidade está negativo em 4,9%. Santa Catarina consegue manter a estabilidade, por enquanto, com um índice positivo de 1%. O setor da construção civil responde por 5,9% do Produto Interno Bruto e emprega 8% das pessoas ativas do País.
Leia +13/09/2015

FAIRTEC 2015 se encerra com a geração de R$ 10 milhões em negócios e a visitação de 40 mil pessoas

Mais de 40 mil visitantes, R$ 10 milhões em negócios concretizados e 17 imóveis vendidos em cinco dias. Os expositores da 3ª Feira Tecnológica da Construção Civil – FAIRTEC 2015 estão comemorando os excelentes resultados do evento, que se encerra neste domingo, 13, no Centro de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof (Pavilhão da Fenarreco), em Brusque. De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região (Sinduscon), Ademir José Pereira, as expectativas foram superadas e o sucesso de mais uma edição consolida a Feira entre os principais eventos técnicos de Santa Catarina.

“A FAIRTEC 2015 foi um sucesso de visitação, de participação dos expositores, de negócios efetivados e, principalmente, de prospecção de clientes para inúmeros negócios que serão concretizados nos próximos meses. Tivemos cinco dias de estandes lotados, com visitantes de Brusque, de municípios vizinhos e também de outras regiões do Estado, todos muito interessados em conhecer as tecnologias e inovações aqui apresentadas. O êxito da Feira é um exemplo de que, com criatividade, inovação e vontade, podemos superar os desafios e converter a crise em oportunidade”, afirma Pereira.

Com um histórico de superação a cada nova edição, a Comissão Organizadora terá o desafio de planejar uma Feira ainda maior e melhor para 2017. “Já estamos iniciando o planejamento da 4ª FAIRTEC, sendo que 50% dos expositores deste ano já manifestaram sua intenção de participar novamente em 2017”, disse o presidente do Sinduscon.

EXPOSITORES

Um dos expositores satisfeitos que pretende voltar daqui a dois anos é Sedenir Bonacena, da Setrat Piscinas. Ele conta que a presença na Feira de 2013 resultou em vários negócios, o que se repetiu este ano. “Fizemos contatos muitos promissores para projetos que serão encaminhados a partir de agora, estamos muito satisfeitos e com certeza voltaremos em 2017”.

Entre as imobiliárias, foram assinados 17 contratos de compra e venda de apartamentos durante a FAIRTEC 2015, o que representa cerca de R$ 6 milhões em movimentação financeira somente neste segmento da feira. Um dos destaques foi a Júlio Imóveis, que vendeu sete imóveis na planta e garantiu uma carteira de prospecção com o dobro de contatos em relação à edição anterior. A KRCon também lançou novos empreendimentos, convertendo três vendas e três compromissos para assinatura posterior. A Sabrecá Casas Pré-Moldadas, que trouxe um sistema construtivo inovador de Wood Frame, também fez uma venda na Feira, com muitas prospecções para negócios futuros. “Foi importante para fortalecer a marca e demonstrar a novidade que trouxemos”, disse o diretor, Vitor Pereira.

Entre os fornecedores de materiais, acabamento e tecnologias para construção a FAIRTEC também fez sucesso. Nova no mercado, a Diferença Alumínios e Vidros Especiais participou do evento para se tornar conhecida do público. Segundo o diretor, Edésio Brand, deu certo. No segundo dia os objetivos já haviam sido alcançados e foi preciso trazer reforço de equipe para dar conta dos atendimentos. “Os contatos foram excelentes, com vários agendamentos de visitas e negócios engatilhados”, informou.

O designer Edenilson Bertoldi, da Gouveia e Bertoldi Design de Interiores, revelou que foram agendadas durante a Feira, cinco visitas para estudo de projetos, além de excelentes contatos com construtoras e clientes de Brusque e de outras regiões. “Na feira anterior havíamos concretizado sete negócios e acreditamos que nesta o resultado será igualmente positivo”.

A Walpa Instalações Elétricas, que foi patrocinadora e expositora da FAIRTEC 2015, aproveitou a participação para estreitar o relacionamento com clientes, fornecedores e parceiros, além de apresentar inovações, como o Insole, sistema de geração de energia com placas solares. “Estamos na Feira desde a primeira edição, pois acreditamos no evento e sempre tivemos excelentes resultados. Notamos que a FAIRTEC amplia o número de visitantes a cada edição, o que é excelente como vitrine para os nossos negócios”, disse o diretor comercial, Victor Hugo de Oliveira.

O evento reuniu 89 expositores das áreas de tecnologias para a construção civil, imóveis, móveis e decorações, e contou com o apoio do CREA-SC, SEBRAE/SC, Prefeitura Municipal de Brusque, Prefeitura Municipal de Guabiruba, Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e Unifebe. Patrocinaram a FAIRTEC 2015, a Caixa Econômica Federal, a Walpa Instaladora Elétrica e a FIESC.
Leia +13/09/2015

FAIRTEC segue até domingo, em Brusque, com muitas novidades

Com muitas novidades para construção civil, decoração, acessórios e tecnologia segue até domingo a 3ª edição da FAIRTEC - Feira Tecnológica da Construção Civil, considerada uma das maiores do setor em Santa Catarina, no Pavilhão de Eventos da Fenarreco, em Brusque. Nos dois primeiros dias, a organização estima que a feira já tenha sido visitada por cerca de 8 mil pessoas. Um número considerado recorde, se comparado ao mesmo período do ano passado. Segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque e Região (Sinduscon), Ademir José Pereira, o movimento nesses primeiros dois dias já superou aproximadamente 15% em relação a edição de 2014. “Até domingo aguardamos cerca de 40 mil visitantes”, conta. No domingo, às 15h, a Sabrecá Casas pré-Moldadas fará a entrega das chaves de uma casa vendida, resultado da feira de 2013.
Entre as novidades, constam alguns acessórios para deixar a casa mais bonita e confortável que estão sendo apresentados pela Águas Claras Materiais de Construção. Depois de um dia estressante, nada melhor do que tomar um bom banho. A novidade é a ducha Hydra Star Music Digital, que, durante o banho, pode estar sintonizada nas rádios AM e FM ou tocar músicas previamente selecionadas e colocadas em um cartão de memória. A responsável pelas compras da empresa, Regina Mara Souza, garante que com essa ducha o banho vai ficar muito mais relaxante.
Além da ducha, a empresa também está apresentando, durante a FAIRTEC, pastilhas resinadas autocolantes, ou seja, dispensa a despesa com mão-de-obra. “A pastilha, em cores diversas, pode ser instalada em toda uma parede ou apenas um detalhe para deixar a casa mais elegante.” Outra novidade é o assento perfumado para vasos sanitários, nas cores cinza, nude e branca, que mantém o perfume agradável enquanto estiver sendo usado. “Desde que sejam tomados alguns cuidados, como usar apenas produtos de limpeza neutros, o assento continuará perfumado por muitos anos”, diz.
Quem está em busca de opções para construir sua casa nova vai gostar do estande da Sabrecá, de Guabiruba. A empresa, com 25 anos de mercado, nesta edição, está apresentando o novo sistema construtivo WOOD FRAME. Nesse sistema, as paredes são formadas por materiais com garantia de durabilidade de 20 anos. A gerente Rosita Pereira explica que toda fundação é em sistema radier (em concreto armado) e dentro da parede fica a estrutura de madeira tratada em autoclave para proteção total contra cupim e umidade. Esta estrutura tem a opção de receber o preenchimento com isolamento técnico e acústico. Na face interna são fixadas chapas estruturais de OSB e na externa placas cimentícias e sobre elas qualquer tipo de revestimento: grafiato, pintura, texturas, cerâmicas, etc. Rosita explica que a casa pode ficar pronta para morar em até um mês.
Com o custo da energia aumentando todos os meses, uma boa solução pode ser o sistema da Redumax. A empresa está oferecendo ao mercado um filtro de energia elétrica que é capaz de detectar todos os tipos de problemas existentes na corrente elétrica, limpando tudo, desviando para a malha da terra e estabilizando a freqüência. O representante da empresa, Leonildo Vargas, conta que pelo fato da energia ficar livre de todas as anomalias, o consumo em Kwh se torna menor, proporcionando uma redução de, no mínimo, 5%, no custo da energia.
Vargas conta que o feedback dos clientes é de reduções de até 40% dependendo do tamanho e do segmento da empresa. “Teve um hospital que registrou redução de até 20% no consumo de energia.” Além disso, o sistema garante que os equipamentos elétricos são protegidos em uma oscilação de energia, não queimam com os raios.
Para quem está preocupado com a segurança pode visitar o estande da Centralvig Sistemas Eletrônicos. O proprietário da empresa, Luciano Josino, conta que tem como novidades a catraca com acionamento por biometria, que controla a entrada das pessoas no interior do estabelecimento. Para quem precisa de vigilância, a empresa oferece câmeras em HD, com muito mais nitidez do que as antigas.
Modernidade e conforto são obtidos com a fechadura com controle de acesso para residências. Acabou o dilema de perder as chaves. O acesso pode ser feito por biometria, senha ou cartão. E a fechadura fica ligada em um nobreak, ou seja, mesmo que falte energia, a pessoa pode entrar na sua casa.
FEIRA
A feira está com uma programação diversificada até domingo. Neste sábado, além das novidades nos estandes, os visitantes poderão participar, às 15h, da palestra “A Arte de encantar e reter talentos”, com Alan Marcos Blenke, do SEBRAE. Às 17h, haverá a palestra “Segurança na construção civil”, ministrada pelo engenheiro civil, Maicon Anderson de Souza, do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE). Às 19h30min, terá a palestra “A construção e a realidade de hoje”, com o presidente da Câmara de Desenvolvimento da Indústria da Construção (CDIC), João Formento.

Serviço
FAIRTEC 2015
De 09 a 13 de setembro
Centro de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof (Pavilhão da Fenarreco)
Horário de visitação: dia 12, das 10h às 22h; dia 13, das 10h às 19h
Entrada gratuita




Leia +11/09/2015

Depoimentos

Login
Desenvolvido por FLEX10.COM